Descubra a Profissão do Futuro.

Updated: Apr 13, 2021

Saiba qual é a profissão que as empresas mais procura



As redes sociais transformaram a comunicação — elas trouxeram proximidade entre as empresas e os consumidores, fortalecendo a interação e dando um impacto importante para a construção e a manutenção da marca.

Nesse cenário, um profissional dedicado para entender e acompanhar esse relacionamento se faz necessário, e essa é uma das funções principais do social media.

Atualmente, é quase impossível pensarmos em uma organização que não tenha canais de comunicação nas redes sociais.

Seja um perfil no Facebook, no Instagram, no Twitter ou no LinkedIn, as marcas se fazem presentes nesses ambientes para acompanhar o que é dito sobre elas e influenciar na tomada de decisão dos consumidores.

O social media é um profissional estratégico na elaboração de mecanismos e ferramentas que possam aproximar o negócio aos seguidores, consumidores e potenciais clientes.

Neste post, falaremos sobre as características marcantes do profissional de social media, mostrando como essa função tem se tornado cada vez mais imprescindível para o fortalecimento e crescimento das organizações.

Além disso, convidamos os especialistas em redes sociais da Hotmart para ensinar você os segredos para ter mais engajamento, seguidores e sucesso nas principais redes sociais!

Vamos lá!


O que é um social media?


As redes sociais se tornaram uma verdadeira vitrine para as marcas. Muitas pessoas, inclusive, brincam que se um negócio não está em algum desses canais, é porque ele não existe.

Esse pensamento segue a lógica do crescimento de usuários nas redes sociais nos últimos anos.

Portanto, é fundamental que as organizações estejam presentes nesses ambientes, a fim de estabelecer uma conversa mais aproximada com os seus consumidores e potenciais clientes, além de entregar conteúdos de relevância.

É nesse contexto que o social media se encaixa, pois ele é o responsável pelo desenvolvimento das estratégias de redes sociais, criação de conteúdos, interação com o público e acompanhamento de métricas.

Confira as principais tarefas que um social media executa no dia a dia:


Para entendermos o porquê do social media ter se tornado cada vez mais importante para as estratégias de marketing digital das organizações, é preciso aprofundarmos sobre quais são os trabalhos desenvolvidos por esse tipo de profissional.

Produzir conteúdo para redes sociais é apenas uma das funções do social media. De fato, é preciso muito conhecimento dos variantes tipos de persona do negócio, a fim de elaborar uma estratégia específica e direcionada para cada um.

A abordagem precisa ser personalizada e próxima, a fim de estabelecer um diálogo efetivo.

As redes sociais permitem benefícios únicos, como o fortalecimento da empatia.

É por meio de um desses canais que a marca poderá interagir com um usuário insatisfeito, por exemplo, compreendendo o ponto que causou o sentimento ruim e convertendo essa experiência para algo positivo e satisfatório.

Vale lembrar que um cliente insatisfeito nos canais sociais pode causar um efeito cascata para as marcas.

Nos perfis sociais as publicações ganham amplitude, conseguindo ecoar sobre a cabeça de diversas pessoas e modificar a impressão de que algumas tinham sobre determinada marca.

O social media, portanto, é o profissional que ajuda estrategicamente a marca a manter a sua imagem, por meio da elaboração de conteúdos que aproximem e transformem a experiência do consumidor no momento antes e depois da compra.

Com um plano estratégico bem elaborado, o social media é capaz de impactar positivamente a vida do consumidor, fazendo com que essa pessoa que adquiriu algum produto ou serviço do negócio passe a ser um promotor da marca, incentivando outras pessoas a comprarem.

Para conseguir ser eficiente, o profissional precisa estar integrado com as redes, conhecendo os recursos de cada uma delas, as possibilidades que oferecem de interação e monitoramento, a fim de extrair dados relevantes para uma abordagem próxima e acolhedora com a persona.

Por exemplo, o social media precisa conhecer a diferença entre criar uma página ou um perfil individual no Facebook.

Afinal, a análise de métricas fica facilitada quando é criado um perfil comercial. O mesmo vale para outras redes sociais, como o Instagram e o LinkedIn.

Para entendermos um pouco mais sobre o perfil desse profissional, vamos abordar as aplicações dos trabalhos do social media. Continue a leitura!


Qual é a aplicação do trabalho do social media?



O trabalho do social media pode ser refletido em diferentes instâncias da organização.

Com a interação nas redes é possível estabelecer um padrão de linguagem para o negócio, abordando os assuntos de maneira descontraída ou mais formal.

Essa comunicação é uma maneira de o negócio se apresentar para o seu público, mostrando como gostaria de estabelecer a conversa com os potenciais clientes e consumidores.

Muitas marcas estabelecem maneiras próprias de interagir com o público nas redes, de acordo com sua brand persona. Casos como a Netflix e o Nubank, por exemplo, são apontados como possíveis referências.

Ambas são marcas que trabalham com produtos integralmente digitais e utilizar as redes sociais foi uma maneira de estabelecer o serviço ao cliente, recebendo informações, notificações, reclamações, mas também construindo a sua linguagem e o branding (construção da marca) por meio de conteúdos exclusivos e inovadores.

Toda essa elaboração do branding exige uma equipe bem formada e profissionais que pensem na interação com o público nas redes sociais de forma estratégica e bem estruturada.

Por isso, a área de social media pode contar com profissionais divididos em vários níveis hierárquicos — por exemplo: assistente, analista e coordenador.

Na maioria das vezes, a distribuição do trabalho é feita como mostramos a seguir, mas essa divisão não é uma regra e pode variar de empresa para empresa:


Assistente de social media



O assistente de social media fica responsável pela elaboração de conteúdo, além da publicação e do possível impulsionamento de peças nas redes sociais.

É ele também quem ficará como responsável por puxar os relatórios e as análises do mês, a fim de mostrar para a equipe os pontos positivos e negativos.

Além disso, dentre as funções de um assistente de social media pode-se encontrar a produção de conteúdo para blogs, o atendimento ao cliente — respondendo os comentários deixados na página ou nas publicações — e o acompanhamento do desenvolvimento das marcas nas redes em que está presente.

Toda essa estrutura de funções, porém, precisa estar alinhada com os objetivos, metas e estratégias gerais do negócio, assim como a abordagem e a linguagem que a organização adota nos momentos de interação com o público.


Analista de Social Media



Enquanto o assistente desempenha uma função mais operacional, o analista de social media é, geralmente, responsável pela definição e acompanhamento de estratégias.

Por isso, dentro das suas áreas de atuação estão o entendimento das personas, a criação de um planejamento e calendário editorial — que determinará os horários e a frequência das postagens —, a otimização do perfil e o monitoramento das redes sociais.

Além disso, cabe ao analista realizar uma análise da concorrência para entender o que está sendo feito de diferente e acompanhar possíveis alterações para a estratégia da marca, a fim de chamar mais a atenção dos consumidores.


Coordenador de Social Media


Para esse profissional fica a função de coordenar todos os conteúdos que são produzidos para as redes sociais.

Ou seja, é preciso conferir que todo o trabalho está sendo realizado dentro do planejamento traçado e com a linguagem que o negócio adotou para si nos meios de comunicação.

Dessa forma, é possível fortalecer o branding e manter um padrão de tratamento elevado nas interações.

Além disso, cabe ao coordenador de social media a administração dos orçamentos das campanhas, a participação na elaboração das estratégias e ações realizadas nos próximos meses.

Cabe ao coordenador de Social Media também direcionar os trabalhos e as funções da sua equipe, motivando cada um dos colaboradores na manutenção dos valores da organização.

É fundamental pensar que as redes sociais são uma extensão da marca, portanto, elas precisam refletir os valores culturais implantados dentro de suas estruturas físicas.


O que faz um social media na prática?



Agora que conversamos e entendemos como uma equipe de social media pode ser estruturada dentro de uma organização — inclusive em termos de cargos hierárquicos — chegou o momento de falarmos o que esse profissional pode fazer na prática do dia a dia.

Para isso, vamos dividir as funções fundamentais para entendermos como cada área causa impacto na vida desse profissional e qual é a preparação necessária para superar os desafios.


Conteúdo



O conteúdo é a maneira como o social media apresentará o negócio nas redes sociais.

Por isso, ele precisa ser importante para a persona, ou seja, deve ser relevante e responder às dores e necessidades do cliente naquele momento.

Os canais de mídias sociais podem ajudar a disseminar, inclusive, os textos produzidos para o blog da organização.

Esses conteúdos têm a vantagem de ser uma produção exclusiva da marca, traduzindo os valores do negócio e conseguindo responder às ansiedades e necessidades dos seus potenciais consumidores.

Mas as redes sociais não são um espaço para apenas compartilhamento de blog posts. É preciso elaborar conteúdos exclusivos para cada plataforma.

O social media precisa conhecer as particularidades de cada rede — por exemplo, o Twitter tem um número limitado de caracteres, mas entrega a produção para todos os usuários que seguem seu perfil.

O Facebook, por sua vez, utiliza um sistema de algoritmos para distribuir o conteúdo. Por isso, mesmo que os usuários curtam a sua página, nem todos receberão o material.

A estratégia é conhecer os melhores horários para postar e publicar um conteúdo em oportunidades diferentes ao longo da semana.

Para conseguir ser relevante, nada melhor do que ser criativo. É possível criar conteúdos em diferentes formatos: texto, imagens, infográficos, vídeos etc.

O importante é conseguir fazer um material que atraia a atenção dos clientes em meio a uma série de conteúdos que são publicados nas redes sociais diariamente.

Para isso, nada melhor do que ter atenção com o que está acontecendo de mais importante nas redes. Às vezes, utilizar “memes” pode ser uma maneira de fazer um diálogo descontraído e atual, mas é essencial que essa abordagem esteja integrada à linguagem da organização.


Veja as dicas da Izabella Carvalho, analista de redes sociais sobre o assunto:



Mesmo tendo um planejamento de conteúdo, é muito importante estar atento aos “memes” do momento, para criar publicações autênticas e passar a sua mensagem de uma forma diferente e que gere identificação entre as pessoas que te seguem.

Todo este trabalho requer agilidade, ainda mais quando se trata de um trend topics do Twitter, por exemplo. Mas lembre-se, é necessário um olhar cuidadoso para “surfar” na onda do momento sem expor o que a sua marca não representa.

Além de entender o tom de voz que geralmente a sua marca já utiliza, faça sempre algumas perguntas: “As pessoas que me seguem vão entender esta mensagem?”; “Estou ofendendo alguma religião, classe, escolaridade, profissão, gênero, etnias, dentre outros?”; “Essa publicação pode virar uma polêmica nas redes sociais?”. Feito isso, basta colocar a essência da marca no post e monitorar as interações.

Nós da Hotmart já aproveitamos alguns memes e conteúdos virais da internet para divulgar nossas vagas.

Um bom case é o nosso vídeo de Mannequin Challenge, em 2016, que tinha como objetivo de divulgar mais de 15 vagas abertas.

O resultado? Foram mais de + 3 mil currículos recebidos de forma orgânica, + 8 mil novas pessoas nas redes e foi a nossa postagem de melhor engajamento do ano. Então, fique de olho nos conteúdos de oportunidade sempre que puder.


Ta esperando o que para começar ?

0 views0 comments

Recent Posts

See All